Kerygma

OS PROFETAS DE DEUS

Posted on: Janeiro 11, 2009


Deuteronômio 18.15-22; Isaías 6; Joel 2.28-32; Mateus 7.15-20; Efésios 4.11-16

Os profetas do Antigo Testamento foram pessoas que areceberam um chamado único de Deus e que receberam suas mensagens de maneira sobrenatural, as quais deveriam transmitir a nós. Deus transmitiu sua palavra através dos lábios e dos escritos dos profetas.

A profecia envolvia predição do futuro (preanunciar) e proclamação e exortação atuais da palavra de Deus. Os profetas eram revestidos de tal maneira pelo Espírito Santo que suas palavras eram palavras de Deus. Por isso as mensagens proféticas geralmente eram prefaciadas com a frase: “Assim diz o Senhor”.

Os profetas foram os reformadores da religião de Israel. Chamavam o povo de volta à adoração pura e à obediência a Deus. Embora os profetas fossem críticos quanto à maneira como a adoração dos israelitas frequentemente se degenerava num mero ritual, eles não condenavam nem atacavam as formas originais de adoração que Deus havia dado a seu povo. Os profetas não eram revolucionários nem anarquistas religiosos. Sua tarefa era purificar, não destruir, reformar, não substituir o culto de Israel.

Os profetas também se preocupavam profundamente com a justiça social e a integridade. Eram a consciência de Israel, chamando o povo ao arrependimento. Também funcionavam como promotores legais da aliança de Deus.

Os profetas falavam com autoridade divina porque Deus os chamava especificamente para serem seus porta-vozes. Não herdavam sua função, nem eram eleitos para exercê-la. O chamado imediato de Deus, juntamente com o poder do Espírito Santo, constituiam as credenciais dos profetas.

Os falsos profetas foram um problema constante em Israel. Ao invés de proferir os oráculos de Deus, transmitiam seus próprios sonhos e opiniões – dizendo ao povo somente o que este queria ouvir. Os verdadeiros profetas frequentemente eram severamente perseguidos e rejeitados por seus contemporâneos por se recusarem a comprometer a proclamação de todo o conselho de Deus.

Geralmente, os livros dos profetas são divididos em “profetas maiores” e “profetas menores”. Essa distinção não se refere à maior ou menor importância dos profetas, mas ao volume dos seus escritos canônicos. Isaías, Jeremias, Ezequiel e Daniel são chamados de profetas maiores, porque escreveram mais, enquanto que Oséias, Joel, Amós, Obadias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu, Zacarias, Malaquias são referidos como os profetas menores, porque seus livros são bem menores.

Os apóstolos do Novo Testamento possuíam muitas das características dos profetas do Antigo Testamento. Os apóstolos e os profetas juntos são considerados como o fundamento da Igreja.
Esboço:

  1. Os profetas do Antigo Testamento foram agentes da revelação divina.
  2. A profecia envolvia pré-anúncio e anúncio.
  3. Os profetas foram os reformadores do culto e da vida dos israelitas.
  4. Somente aqueles chamados diretamente por Deus tinham autoridade para serem seus profetas.
  5. Os falsos profetas expressavam suas próprias opiniões e falavam o que o povo queria ouvir.
  6. Profetas maiores e menores são designados assim de acordo com o volume e não pela importância dos seus escritos.

publicado por: Pr. Alexandre R. de Souza

Bibliografia: Verdades Essenciais da Fé Cristã de R. C. Sproul/ Editora Cultura Cristã

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Sobre o Blog

"O propósito desta página é ajudar àqueles que amam a Deus e Sua Palavra, auxiliando todos os que estão envolvidos direto ou indiretamente em atividades ministeriais"

Pr. Alexandre Rodrigues

Calendário

Janeiro 2009
S T Q Q S S D
    Fev »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Para refletir

"A distinção entre as ações virtuosas e pecaminosas foi gravada pelo Senhor no coração de todos os homens". João Calvino

Nuvens de Tag´s

Top 10

  • Nenhum

Arquivos

RSS Kerygma – Anunciando o Evangelho de Cristo

Anúncios
%d bloggers like this: