Kerygma

Archive for the ‘Música’ Category

De origem negra, o gospel nasceu no final do século passado nas igrejas evangélicas do sul dos Estados Unidos. Na verdade, GOSPEL significa: “Palavra de Deus“. Vem da junção das palavras em inglês GOD = Deus , e SPELL = Palavra. Foi criado pelo bluesman Thomas Dorsey, que se converteu e passou a compor hinos religiosos em forma de canções populares. Com a criação dos selos de rhythm & blues a partir de 1945, o gospel passou a se organizar e evoluiu até a ter a sua própria parada de sucessos e figurar como categoria no prêmio Grammy.

Aos poucos, os artistas também foram adotando novos estilos, mas sem deixar de lado o louvor e devoção nas letras. Dos vários tipos, a música gospel cantada nas igrejas Batistas é talvêz a mais importante, pois influenciou não somente as outras formas de gospel mas também alguns estilos de música Pop (música popular norte-americana).

Diferentemente do SPIRITUAL (espiritual), que está enraizado nos hinos protestantes formais, a música gospel é extemporânea, altamente emocional e expansiva. Baseada no diálogo cantado entre a congregação e o pastor, no qual o pastor dirige com o texto e a congregação responde afirmativamente, de forma musicada, a música gospel inspira um “fogo e excitação que às vêzes, desapercebidamente, preenche a igreja, fazendo-a ‘entrar no rock’ ” (James Baldwin, The Fire Next Time).

Nos anos 40, Mahalia JACKSON, Clara Ward, e Sister Rosetta Tharpe começaram a gravar o estilo gospel de música. Nos anos 50 e 60, músicos treinados nas próprias igrejas levaram esse estilo para a música popular norte-americana, retendo as características do gospel: uso de falsetos, tons deslisantes, sílabas únicas percorrendo várias notas musicais. As igrejas continuam sendo a escola para vários cantores de música popular norte-americana. Alguns grupos jovens fazem tanto música pop quanto gospel. A música gospel, cantada nas reuniões de reavivamento Protestante, era similar à música gospel tradicional, na sua espontaneidade e fervor emocional.

Expressões populares desse reavivamento foram os hinos gospel atribuidos aos evangelistas Dwight L. MOODY e Ira D. Sankey, os quais conquistaram grandes audiências para esses hinos e compuseram muitos outros também. Quartetos e grupos gospel familiares dominaram esse gênero que, chamado de música Cristã contemporãnea, emergiu nos anos 1980, combinando o som pop ou rock com convicção e fé.

No Brasil, no início da década de 90, o Gospel passou a designar um movimento cuja tentativa era de abrir a mídia para a música cristã contemporânea. Esse esforço tem obtido sucesso, uma vez que pipocam país afora grupos dos mais variados estilos e tendêcnias, num “boom” jamais visto antes. Assim, em terras brasileiras, o Gospel, ao contrário do estilo único e inconfundível do canto negro da América do Norte, é sinônimo de música cristã de todas as formas.

Publicado por: Pr. Alexandre Rodrigues de Souza
Textos adaptado da revista Gospel Music CD, ano 1, nº 01

Anúncios

Sobre o Blog

"O propósito desta página é ajudar àqueles que amam a Deus e Sua Palavra, auxiliando todos os que estão envolvidos direto ou indiretamente em atividades ministeriais"

Pr. Alexandre Rodrigues

Calendário

Outubro 2017
S T Q Q S S D
« Jul    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Para refletir

"A distinção entre as ações virtuosas e pecaminosas foi gravada pelo Senhor no coração de todos os homens". João Calvino

Nuvens de Tag´s

Arquivos

RSS Kerygma – Anunciando o Evangelho de Cristo