Kerygma

Archive for the ‘Pneumatologia’ Category

DISCIPULADO – ESTUDO Nº 7
O ESPÍRITO SANTO

Somos salvos quando nos arrependemos dos pecados e pela fé nos entregamos a Jesus Cristo. Passamos a ter uma nova vida. Somos santuário de Deus ( 1 Coríntios 3:16). O Espírito Santo agora habita em nós. Neste estudo queremos conhecer um pouco mais a respeito do Espírito Santo e como Ele age em nós.

1. QUEM É O ESPÍRITO SANTO?
1.1. É uma pessoa, assim como Jesus e o Pai – João 14:16.
1.2. É Deus, assim como Jesus e o Pai – Atos 5:3-4.

OBSERVAÇÃO: A Bíblia usa também outros nomes para o Espírito Santo: Espírito de Deus (1Coríntios 3:16); Espírito de Cristo (Romanos 8:9); Espírito da Vida (Romanos 8:2); Espírito da Verdade (João 16:13); Espírito da Graça (Hebreus 10:29); Espírito da Promessa (Efésios 1:13); Consolador (João 14:16 e 16:7), etc.

2. AS ATUAÇÕES DO ESPÍRITO SANTO
Há algumas coisas, conforme veremos, que são atribuídas especificamente ao Espírito Santo: Inspiração da Bíblia, glorificar Jesus, etc. Outras são atribuídas especialmente a Jesus: redenção do homem mediante a sua morte, vir uma segunda vez, etc. Outras coisas são atribuídas ao Pai: enviar Jesus, etc. Há outros fatos que são atribuídos aos três indistintamente: habitar nas pessoas, conceder dons aos crentes, etc. Deus é um só. Ele age, entretanto, através de 3 pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo. É um dos mistérios de Deus. É dificíl entender com a nossa mente finita. Muitas heresias tem surgido porque o homem tem tentado racionalizar esse fato. Deus é uma unidade perfeita. O Pai trabalha em conformidade com o Filho e com o Espírito Santo e vice-versa. Quando lidamos com uma pessoa, necessariamente lidamos com as demais. Há uma interdependência entre os três. Quando estudamos sobre o Pai, o Filho ou o Espírito Santo, estamos estudando sobre Deus. Peçamos a misericórdia de Deus para entendermos essas verdades profundas. O que faz o Espírito Santo em conformidade com o Pai e o Filho?

2.1. Convence os homens do pecado, da justiça e do juízo – João 16:8-11.
2.2. Regenera os homens – João 3:5.
2.3. Sela cada crente em Cristo – Efésios 1:13; 4:30.
2.4. É o penhor da herança que todo crente receberá – Efésios 1:14 e II Coríntios 5:5.
2.5. Habita em toda pessoa nascida de novo – I Conríntios 3:16 e I João 4:13.
Ele veio para estar em nós – João 14:17.
2.6. Guia todo crente à verdade – Romanos 8:14 e João 16:13.
– Há uma entrega inicial a Jesus e ao Espírito Santo. Se você tem dúvida quanto a esta entrega,
faça-a agora (Romanos 12:1-2).
– Após essa entrega, há a submissão constante. Quando há submissão, o Espírito Santo nos guia em toda a verdade revelada na Palavra de Deus.
– O Seu trabalho é permanente – veio para ficar para sempre conosco – João 14:16.
2.7. Ensina todas as coisas – João 14:26.
– O Espírito Santo inspirou os homens para que escrevessem as Escrituras – II Pedro 1:20,21
– Ele nos ilumina para que entendamos as verdades inspiradas e reveladas na Bíblia.
2.8. Lembra às pessoas salvas as palavras de Jesus – João 14:26.
2.9. Concede poder a todo cristão para viver vitoriosamente e testemunhar de Cristo – Gálatas 5:16 e Atos 1:8.
2.10.Constitui pastores sobre a igreja – Atos 20:28.
2.11.Dirige a igreja – Atos 13:2.
2.12.Concede dons aos crentes – I Coríntios 12:11
2.13.Glorifica a Jesus e não homens – João 16:14.
– Ele veio para “substituir” Jesus – João 16:7.
2.14.Testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus – Romanos 8:16

3. ATITUDES PESSOAIS EM RELAÇÃO AO ESPÍRITO SANTO
3.1. Negativas:
a) Resisti-lo – Atos 7:51.
b) Apagá-lo – I Tessalonicenses 5:19
A falta de submissão apaga o Espírito em nós.
c) Mentir para Ele – Atos 5:3.
d) Tentá-lo – Atos 5:9.
e) Entristecê-lo – Efésios 4:30
O que o entristece? As coisas mencionadas no contexto: amargura, cólera, ira, gritaria
blasfêmias, malícia, falta de perdão, deixar de amar as pessoas, etc.
3.2. Positivas: DEIXAR-SE CONTROLAR PELO ESPÍRITO SANTO – Efésios 5:18.
O que significa?
a) É ser enchido pelo Espírito Santo – Efésios 5:18
b) É andar no Espírito – Gálatas 5:16
c) É ser guiado pelo Espírito – Romanos 8:14
d) É ser submisso a Cristo – Gálatas 2:20

4. COMO SER CHEIO DO ESPÍRITO SANTO E VIVER NA SUA PLENITUDE?
4.1. Ser nascido de novo – João 3:6
O homem natural não entende as coisas do Espírito de Deus – I Coríntios 2:14
4.2. Confessar os pecados a Deus e ter convicção do Seu perdão – I João 1:9
4.3. Manter sempre o coração puro, a consciência limpa e a fé não fingida – I Timóteo 1:5.
4.4. Submeter a vontade ao senhorio de Jesus e ao controle do Espírito Santo e apropriar-se pela fé da Sua plenitude.
a) O pecado não deve ter domínio sobre nós – Romanos 6:12-14
b) A ordem de Deus é que sejamos cheios do Espírito Santo – Efésios 5:18 e que andemos no Espírito – Gálatas 5:16
c) É, pois, da vontade de Deus que sejamos cheios, controlados pelo Espírito Santo. Assim sendo, devemos submeter a nossa vontade a Ele e pedir que Ele nos encha constantemente com Seu Espírito.

5. QUAIS SÃO OS RESULTADOS DE UMA VIDA CONTROLADA PELO ESPÍRITO SANTO?
5.1. A produção do fruto do Espírito – Gálatas 5:22-23
5.2. Uma vida ajustada nos seus relacionamentos (estes relacionamentos estão no contexto de Efésios 5:18)
a) com Deus – louvor, adoração e gratidão – 5:18-19
b) consigo mesmo – andar prudente, paz interior, propósito na vida e busca constante da vontade de Deus, conforme revelada em Sua Palavra – 5:15-18
c) com a família – atitudes corretas na família – 5:22-6:4
d) com a igreja – comunhão no corpo de Cristo
e) “Submetendo-se uns aos outros no temor de Cristo” Efésios 5:21
f) sinceridade porque somos membros uns dos outros – 4:25
g) com o mundo – vida exemplar no trabalho – 6:5-9
h) testemunho vivo de Jesus – 6:19-20
i) vitória sobre o inimigo – 6:10-20.

OBSERVAÇÃO: Quando a pessoa está sendo controlada pelo Espírito Santo e sua vida está produzindo o fruto do Espírito e seus relacionamentos estão ajustados, ai ela poderá exercer um ministério no reino de Deus. Paulo escrevendo a Timóteo, em II Timóteo 2:1-2, diz que antes que ele realizasse o ministério, isto é, passasse para outros o que tinha recebido, ele deveria ser forte na graça de Deus. Em outras palavras, podemos dizer: primeiro a vida ajustada e depois o ministério.

CONCLUSÃO
Se você já nasceu de novo submeta a sua vida ao controle do Espírito Santo para que Ele produza em você – e através de você – o seu fruto.

PARA ESTUDO E MEDITAÇÃO

1. O Espírito Santo é
( ) uma força
( ) uma pessoa
( ) um poder inexplicável
(confira a sua resposta com João 16:7,8,13).

2. O Espírito Santo é Deus, assim como Jesus e o Pai.
( ) concordo ( ) discordo ( ) não sei

3. Segundo os textos abaixo:
a) João 14:6, Jesus é o caminho, a_____________________, e a vida.
b) João 16:13, o Espírito Santo é o Espírito da ____________________________.
c) João 17:17, a Palavra de Deus é a ___________________________________.
d) Tito 1:2, Deus não pode __________________. Portanto, Ele é a_________________ .
e) Romanos 2:2, o juízo de Deus é segundo a ____________________________________.

4. Às vezes, a Bíblia diz uma coisa e o Espírito Santo diz outra.
( ) concordo ( ) discordo

5. Obedecer ao Espírito Santo e ser submisso a Jesus Cristo é a mesma coisa ( ) sim ( ) não
Por quê? ____________________________________________________________.

6. A maneira como eu trato a (o) minha (meu) esposa (o) está diretamente ligada com meu relacionamento com o Espírito Santo.
( ) sim ( ) não Por quê? __________________________________________________.

7. Quais são as coisas que caracterizam a vida controlada pelo Espírito Santo e a vida controlada pela carne (princípio dinâmico pecaminoso que opera em nós)? Gálatas 5:19-23

1. ___________________________. 1. _______________________________.
2. ___________________________. 2. _______________________________.
3. ___________________________. 3. _______________________________.
4. ___________________________. 4. _______________________________.
5. ___________________________. 5. _______________________________.
6. ___________________________. 6. _______________________________.
7. ___________________________. 7. _______________________________.
8. ___________________________. 8. _______________________________.
9. ___________________________. 9. _______________________________.
10. __________________________. 10. ______________________________.
11. __________________________. 11. ______________________________.
12. __________________________. 12. ______________________________.
13. __________________________. 13. ______________________________.
14. __________________________. 14. ______________________________.

Procure num dicionário a definição desses termos.

PARA MEMORIZAR
Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio proprio” (Gálatas 5:22,23:)

PARA PRATICAR
Não permita que o pecado tenha domínio sobre a sua vida (Romanos 6:12-13). Quando pecar (I João 2:1), confesse o (s) seu (s) pecado (s) a Deus ( I João 1:9) e aproprie-se pela fé do Seu perdão e da plenitude do Espírito Santo. Deixe que Deus encha constantemente a sua vida com o Seu Espírito ( Efésios 5:18).

LEITURA BÍBLICA
João 16

Publicado por: Pr. Alexandre R. de Souza
Bibliografia: Apostila de discipulado IEPSUM

Textos: Gênesis 1.1-2; Atos 5.3-4; Romanos 8.9-17; 1 Coríntios 6.19-20; Efésios 2.19-22

Na liturgia da Igreja, frequentemente ouvimos as palavras: “Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, amém”. Esta expressão é uma fórmula trinitariana que atribui divindade a todas as três pessoas da Trindade.

Semelhantemente, cantamos:
Glória seja dada ao Pai e ao Filho e ao Santo Espírito. Como era no princípio, é hoje e para todo sempre, eternamente. Amém, Amém.

Este cântico atribui glória eterna às três pessoas da Trindade. O Espírito Santo recebe glória junto com o Pai e o Filho.

Enquanto a divindade de Cristo foi debatida durante séculos e o debate continua ainda hoje, a divindade do Espírito Santo geralmente é aceita na Igreja. A razão pela qual a divindade do Espírito Santo nunca tenha sido alvo da controvérsia, tal vez seja porque ele nunca assumiu a forma humana.

A Bíblia claramente representa o Espírito Santo como possuindo atributos divinos e exercendo autoridade divina. Desde o século IV, praticamente todos os que concordam que ele é uma pessoa também concordam que o Espírito é divino.

No Antigo Testamento, o que se diz de Deus frequentemente também se diz do Espírito de Deus. As expressões “Deus disse” e o “Espírito disse” são repetidamente intercambiadas. Este padrão continua no Novo Testamento; talvez em nenhum outro texto isso fique tão claro como em Atos 5.3-4, onde Pedro disse: “Ananias, por que encheu Satanás teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, reservando parte do valor do campo? Conservando-o, porventura, não seria teu? E, vendido, não estaria em teu poder? Como, pois, assentaste no coração este desígnio? Não mentiste aos homens, mas a Deus”.

As Escrituras também se referem aos atributos divinos do Espírito Santo. Paulo escreve sobre a onisciência do Espírito em 1 Coríntios 2.10-11: “Mas Deus no-lo revelou pelo Espírito; porque o Espírito a todas as coisas perscruta, até mesmo as profundezas de Deus. Porque qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o seu próprio espírito, que nele está? Assim, também as coisas de Deus, ninguém as conhece, senão o Espírito de Deus”. O salmista atesta sobre a onipresença do Espírito no Salmo 139.7-8: “Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também ...”. O Espírito também operou na criação, movendo se sobre a face das águas (Gn 1.1-2).

Como uma declaração conclusiva sobre a divindade do Espírito Santo, temos a bênção de Paulo no final da sua segunda carta aos Coríntios: “A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós” (2 Co 13.13).

Esboço:

A liturgia da Igreja atribui divindade ao Espírito Santo.
O Antigo Testamento reconhece atributos e autoridade divinos do Espírito Santo.
O Novo Testamento reconhece atributos divinos do Espírito Santo.

publicado por: Pr. Alexandre R. de Souza

Bibliografia: Verdades Essenciais da Fé Cristã de R. C. Sproul/ Editora Cultura Cristã


Sobre o Blog

"O propósito desta página é ajudar àqueles que amam a Deus e Sua Palavra, auxiliando todos os que estão envolvidos direto ou indiretamente em atividades ministeriais"

Pr. Alexandre Rodrigues

Calendário

Agosto 2017
S T Q Q S S D
« Jul    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Para refletir

"A distinção entre as ações virtuosas e pecaminosas foi gravada pelo Senhor no coração de todos os homens". João Calvino

Nuvens de Tag´s

Arquivos

RSS Kerygma – Anunciando o Evangelho de Cristo